Novas medidas adotadas pelo Goberno da República Dominicana ante o Coronavirus

Santo Domingo República Dominicana
14 de março de 2019
Atualizado – 23 de marzo 2020

Medidas implementadas pelo Governo da República Dominicana para prevenir o coronavírus

  1. A partir das 6 horas da manhã de segunda-feira, 16 de março e por um mês, os voos procedentes dos países europeus, China, Coréia e Irã são suspensos, bem como voos da República Dominicana para esses países.
  1. A quarentena é estabelecida para passageiros de outros países que estiveram nas últimas duas semanas em qualquer um dos lugares para os quais a suspensão de voos foi estabelecida.
  1. Está suspendida imediatamente, a chegada de todos os cruzeiros, em todos os portos e costas da República Dominicana.
  1. Todos os estudantes dominicanos que se encontravam fora do país e que retornaram como resultado das medidas para suspender o ensino realizado no exterior, devem permanecer em casa por 15 dias após entrar no país. Os pais de tais estudantes devem tomar as precauções necessárias para garantir o cumprimento desta medida, e os vizinhos devem estar vigilantes quanto à sua conformidade ou notificar às autoridades de saúde pública.
  1. Alunos iniciantes, de nível básico e intermediário, que estudam na República Dominicana, mas visitaram um país em que há circulação comunitária do coronavírus, devem permanecer em isolamento por 15 dias após a chegada ao país. O Ministério da Educação e os diretores dos centros educacionais têm a responsabilidade de cumprir essa medida, assim como os pais dos alunos.
  1. A mesma medida será aplicada aos estudantes universitários e será de responsabilidade do Ministério do Ensino Superior e dos reitores dos centros universitários pelo devido cumprimento.
  1. Todos os cidadãos que estiveram em qualquer um dos países com circulação do vírus devem permanecer em isolamento por 15 dias após o seu retorno.
  1. A viagem ao exterior é suspensa para todos os funcionários do Poder Executivo, até novo aviso.
  1. Pedimos aos cidadãos que limitem as viagens ao exterior o máximo possível, realizando apenas aquelas estritamente necessárias.
  1. Os médicos das forças armadas e a polícia nacional assumirão o controle do protocolo de saúde para acesso ao país, que inclui a medição da temperatura e da declaração de saúde de cada passageiro. Dessa forma, os postos de controle nos portos, aeroportos e postos de fronteira serão reforçados, sob a supervisão de funcionários da Saúde Pública.

Outros detalles:https://presidencia.gob.do/noticias/danilo-medina-solicitara-declaratoria-emergencia-nacional-dispone-cierre-fronteras-y

 

#CoronaVirus #COVID19 #DiplomaciaDigitalRD